Home » Sem categoria » Gato Milles

Gato Milles

E meus olhos vira um gato, não era um gato comum.

Gato imensurável… É seu acaso e que por acaso me torno gato também, enquanto narro o Diário de Miles.  Minha sina é seguir miando sua dor, enquanto mio a minha função de mero narrador. Talvez me lamba e vomito minhas graças ao contar as lembranças de um gato que um dia vi.

Teus olhos não sentia o medo, mas sentiam… Ação!

Era um desses gatos fujão, que se banha de língua, se deita e se ajeita. Dorme com um olho fechado e uma orelha em pé. Miles era alcunha dele.

Miles era especial, desses que se cria solto, em casa de taipa coberto de sapé. Era gato bandido bonito e valente. Namorador apaixonante, vagante, vagabundo e indolente.

Ainda ontem eu vi novamente o gato, um gato elegante e sábio, sabia fazer rimas nos finais das frases! De seu miar Insinuavam, seus feitos métricos com a língua de felino se lambendo pelo ar! Feito pagão quando paga.

Miles era um gato vibrante que miava vida! Deixava se levar como um bote a deriva nas ondas de um rio de notas subsequentes.

Não pode ser tão livre Miles?! Talvez… Livre demais para amar inconsequentemente. Feito filhote sem guarida, sem tapete macio e leite quente, sem seios e sem colo.

Deu-se de corpo e suas seis almas em busca das ilusões que nos trazem a paixão.

Somente uma das almas pode se perder ao longo do tempo, porem, recupera-la diante da paixão desenfreada é o dever de todo felino. Diante a vertigem que assombra os vacilantes diante ao sublime. Que nos diz sempre…de alma! Não se deve dar.

O sublime da alma, não, esse não se deve doar. São prenúncios de solidão. Vai ficar só, como as pedras nascidas no fundo do mar se arrastam em busca de ar, quando as ondas vagueiam sobre as areias quentes das praias de aguas frescas, muito além do sol escaldante. Sobre granitos e mármores milenares no mês de janeiro, fevereiro e março.

Época de chuvas, tempestades e altas marés.

Eu vi um gato, um gato preto de olhos tristes, tristes como uma estrela que perde seu brilho. Um gato belo, de pelos brilhantes, meus olhos não desprendera se do dele um só momento. Ah! Seu modo de olhar?! Olhava com a rara missão de olhar. Um bicho bruto de olhar gatinhado e místico.

Bronco no seu caminhar, mas indolente, a cada passo que dava.

O gato Miles andava amuado por seus cantos e telheiros vizinhos.

Foi aquela?! A gata da vizinha?!… levara seu encanto sua alegria e seus modos de gato.

O gato Miles encantou se com os feitiços da fêmea! Coisas de paixões divinas, coisas para seduzir, modelar ou sucumbir. Quem cansado de resistir outros encantos do viver, a quem, por breve e frágil momento… Rende-se aos tormentos do amar somente e nada mais importa.

Arrisca se a mirar por outros olhos. Talvez pelo gênio da lâmpada ou talvez pela Santa Vênus que Luzia aquele momento.

Ágata, Selina. Levou lhe a alegria da boemia e mostrou lhe os prazeres fora dos quatros cantos da sala em que vivia.

A ladra via quão preciosa seriam aquelas almas. Uma das facetas de gata para alimentar sua vaidade, era colecionar almas de belos gatos em cofres de vidro. Para que um dia pudesse fundi-los em únicos, sem corpos peludos, penariam como somente almas penam a caminho do Éden tão prometido.

Ainda sinto sua força ao olhar, a penetrar-me as entranhas, como se fosse unhas encravadas no dorso, enquanto rolávamos pelo macio tapete persa no centro da sala, nos mordíamos apaixonadamente. Ronronávamos como no cio, nos amávamos de fato, como felinos seguem sua rotina de entregar se de corpo e alma.

Um dia eu vi um gato! Através do espelho que refletiam seus olhos, vi suas seis almas presas em cofres de vidro. Por onde podiam espreitar a mim e Selina, a fêmea felina que ansiava confundir-me as outras almas.

Manter-me, seu macho! Preso por seus encantos felinos de fêmea. Selina Ágata, nutria o sonho de ser mais que felina, desejava ser rainha do Nilo. Cleópatra a gata Selina.

mario

 

Mário Inácio de Oliveira, empresário, poeta e observador comportamental.

 

About Receitas de Viver

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes